11.4.16

Férias! Parque das Aves

Oi pessoal, tudo bem?
Continuado nossa série de posts sobre as nossas férias, quero contar para vocês sobre o nosso passeio ao Parque das Aves, aqui em Foz do Iguaçu.
O parque fica na avenida das Cataratas, do lado oposto ao Parque das Cataratas, o que deu cerca de vinte minutos de carro do hotel. O estacionamento fica na frente e ao lado do parque e é de graça.
Mais uma vez escolhemos ir logo cedo, às 9h, para evitar altas temperaturas e  muitas pessoas, e também para pegar o horário mais bem-humorado da pequena. Compramos os ingressos por R$ 30 o adulto e a pequena não paga. Não esqueça do repelente, porque estaremos de novo na mata fechada!!
Agora, vou dar o aviso: se você não concorda ou não gosta de zoológicos, pare de ler o post aqui. Eu confesso que não sou a favor de aves em gaiolas e fui com "os dois pés atrás" para o parque, mas sabendo que é a melhor opção para a Bia ter contado com os bichos. Não somos uma família da aventura e um safári está completamente fora de cogitação.
Como eu disse, eu esperava aves em gaiolas de zoo, mas me surpreendi. São áreas inteiras protegidas com redes e as aves têm, sim, um bom espaço para voar, comer e até mergulhar. Os papagaios ficam em galhos e têm as redes para escalar e conversar com os visitantes, o que rende cenas engraçadíssimas, como a do "loro" que resolveu rir bem alto para nós.
Cada ambiente é adaptado às necessidades da espécie. Flamingos têm espelho d'água, papagaios têm galhos e grades, corujas têm pequenas casinhas. Existe uma área em que os tucanos ficam "de boas" e posam para fotos. Quem nos acompanha no Face viu que sofri um rasante de uma destas aves belíssimas.
 
Há uma área exclusiva para as araras e podemos andar tranquilamente entre elas. O cercado é bem grande e isto nos dá uma experiência única entre as belas penas vermelhas, azuis e amarelas. Obviamente Beatriz ficou dois dias repetindo ritmicamente "arara".
 
O que eu achei o melhor do passeio: no final das trilhas, é possível segurar a arara no braço para uma foto espetacular. Assim que a arara foi colocada no meu braço, a Beatriz fez direitinho o punho e estendeu o braço dela também, para segurar a arara do mesmo jeito. O tratador nos explicou que a arara é pesada para ela, mas colocou ela bem perto da Beatriz, que deu a mão para o moço e ficou observando maravilhada. Só isso já valeu o passeio.
E, mais uma vez, terminamos nosso passeio na lojinha, onde a Beatriz escolheu dois chaveiros em formato de arara (para nossa alegria, embora tenhamos sugerido a pelúcia grande)...
Espero que tenham gostado!!
XO

Nenhum comentário: