20.3.15

Socorro! Minha filha vai falar

Oi pessoal, tudo bem?
Eu relatei para vocês há algum tempo que a Bibi ainda não estava falando compreensivelmente e que eu estava bastante ansiosa. Apesar de ela conseguir se comunicar muito bem, com gestos e sinais, a oralidade dela parecia, digamos, atrasada.
Na semana passada, após um bate papo da professora com as outras mães das crianças da sala dela, aproveitei para conversar com a Psicóloga e a Diretora da escola. Expliquei tudo aquilo do post, inclusive que o pediatra já havia orientado a retirar todos os estímulos em inglês por enquanto, porque a pessoinha estava misturando as bolas. Elas acharam melhor eu conversas com a Fonoaudióloga da escola para "tirar a teima".
Marquei hora e lá fui eu numa quinta-feira chuvosa, às 16h, conversar com a Renata e esperando o pior dos cenários. 
Me enganei.
Relatei o nosso "histórico" e ela logo me disse que já tinha visto uma evolução na oralidade da Bia desde janeiro, quando ela foi chamada pela professora para observar os alunos que ainda não estavam falando. Realmente, eu percebi que a Bia começou a falar "achou"; "delicioso"; "mãe"; "um, dois, três, quatro"; "palma, palma, palma, pé, pé, pé"; e a cantarolar musiquinhas dos filmes. 
Mas acho que eu estava tão ansiosa com o "desenvolvimento" - numa racionalidade absurda - que deletei esta evolução.
Ela percebeu que eu havia virado a "técnica". Um robô programado para desenvolver a fala da Bia. Puramente racional, tipo uma tarefa. A ansiedade havia me cegado. Foi aí que a Renata disse para eu relaxar e ter espontaneidade, porque a Bia não tem nenhum problema, é só uma questão de tempo e treino. 
A Bia compreende bem o que falamos para ela, então já estamos com vantagem. Percebemos que ela constrói histórias com os bonecos e muda a entonação da linguagem dela para cada tipo de "sentimento" (isto é muito legal). Mas a pequena é dispersa e sua atenção precisa ser trabalhada um pouco mais... Bia é da bagunça, mas precisa entender que nem todas as horas são horas da bagunça.
Ela me passou algumas dicas:
- quando a Bia apontar para alguma coisa, perguntar "o que você quer, filha? fala para a mamãe"; 
- desligar mais a TV e deixar ela brincar com os brinquedos sem outros estímulos, porque o excesso deles atrapalha no desenvolvimento da oralidade;
- propor alguns desafios, como pedir para chamar o papai e pedir para ele não demorar. Isto vai ser engraçado;
- chupeta: limitar para hora de dormir ou quando estiver doente, para tirar o vício, porque a gente sabe que atrapalha;
- e muito importante: espontaneidade. Não deixar a imposição por falar se sobrepor à diversão e aos momentos de carinho.
Eu adorei! E vocês?
XO

Diário de Viagem, edição verão 2015

Oi pessoal, tudo bem?

Todo mundo pronto para o outono? Eu particularmente não gosto do verão, então estou bem ansiosa para aquela esfriada básica... os únicos momentos em que curto um calorzinho são aqueles em que estou de férias, numa praia ou piscina. E neste março não foi diferente, resolvemos dar uma escapadinha e curtir alguns dias longe da selva de pedra.
Depois de muita pesquisa na internet à procura de um resort perto de São Paulo, nós reservamos alguns dias no Mavsa Resort, em Cesário Lange, que fica cerca de 1h30min de carro pela Castelo Branco. 
O Mavsa é um resort all inclusive, ou seja, naquele preço estavam incluídas, além das refeições, os petiscos diurnos, bebidas (suco, água, refri e bebidas alcoólicas) e a reposição diária do frigobar do quarto. Ele está bem avaliado no Trip Advisor e tinha lido alguns depoimentos interessantes nos blogs de mamães.
Nós ficamos em uma suíte do prédio Premiere. O quarto é grande, arejado, com  duas camas queen e ainda uma cama de solteiro extra. O ponto negativo é que a TV tem poucos canais e não tem entrada USB, o que foi horrível naquelas horas em que precisávamos que ela se acalmasse com um filminho.
Neste prédio fica a Copa da Mamãe. Lá tínhamos acesso a frutas frescas, alguns brinquedos, leites em pó, água mineral, além do microondas e da pia para preparação e lavagem das mamadeiras. Isto foi extremamente útil, porque, como vocês podem imaginar, dona Bia não queria esperar muito pelo seu "mamá". 
O prédio também ficava perto do restaurante e das piscinas. Ah, as piscinas. Fomos todos os dias bem cedinho (tipo antes das 8h mesmo) até a piscina principal, que é bem rasinha e enorme. Há uma piscina funda, como tobogã "radical", e até descemos um dia, mas deu aquele medo...
Anyway... Uma água gelada pra chuchu, na qual a Bia se sentou e tomou aquele solzinho da manhã sem protetor, de plena vitamina D. 
Como a água estava realmente gelada, passamos as manhãs na piscina aquecida, que tem uma parte rasa muito boa para as crianças. Tem uma sauna e um banheiro com ducha. Em ambas as piscinas, há geladeiras com bebidas à vontade e, depois das 10h, os garçons passam para perguntar se queremos algo. Lá pelas 9h30, eu ia ao restaurante e me servia de frutas no buffet do café da manhã para o lanche da Bia. À tarde eu fazia o mesmo.

O resort tem vários lagos e o dos patos foi o que ela mais gostou. Nós fomos até a fazendinha, que tem pônei, vaquinha, ovelhas, galinhas e coelhos. Foi super legal, porque queremos muito que ela tenha essa experiência "de sítio". Ela se empolgou muito com os pintinhos.
Outra parte legal é a Cidade dos Sonhos, com brinquedos eletrônicos e um "brinquedão" para crianças maiores. Bi gostou mesmo é do balanço!
O hotel é realmente excelente e a nossa estada só não foi perfeita por conta de uma convenção que ocorreu por dois dias. O pessoal era muito barulhento e uma das festas se estendeu até às 5 da manhã, o que gerou inúmeros protestos da minha parte (eu só dormi porque coloquei tampões nos ouvidos). E era nesse dia que precisávamos que ela se desligasse do barulho e tivemos de apelar para o tablet. Ela dormiu a noite toda, ainda bem, mas o staff ouviu várias no dia seguinte. Eles foram muito atenciosos e, como o hotel é muito bom, nós pretendemos voltar. 
Fica a dica de perguntar se o hotel receberá algum evento corporativo antes de reservar. Eu não perguntei, e ninguém me avisou.
No geral, tivemos momentos ótimos no Mavsa. Bi se divertiu muito e isto é o que importa.
Espero que tenham gostado!
XO